AgitÁgueda 2019 – Retrospetiva

A 14.ª edição do AgitÁgueda trouxe à cidade de Águeda mais de 250 mil visitantes e muitas novidades.

Uma das maiores inovações desta edição prendeu-se com a aposta na sensibilização ambiental. Pela primeira vez, foram utilizados copos reutilizáveis, com o objetivo de reduzir o plástico. Também a temática do body painting e do encontro de estátuas vivas esteve relacionada com o tema do ambiente, do lixo e da água.

Na arte urbana, foi instalada a 3.ª obra do Bordalo em Águeda, desta feita, junto à fachada do edifício da Câmara Municipal. Ao todo, foram mais de 60 artistas de 5 residências, com 3 novas instalações e 4 novas obras arte urbana. Os cerca de 5000 chapéus de chuva instalados, as 4000 bolas coloridas, e os 800m2 de fitas, perfazem um total de 1km de instalações aéreas nas 6 ruas decoradas por toda a cidade.

Na Color Day, registaram-se 1200 inscrições e no Carnaval Fora D’horas mais de 500 figurinos e várias escolas de samba.

O Agitakids teve, este ano, um serviço de babysitting e uma pista de gelo, numa clara aposta nas atividades para os mais novos, fazendo do AgitÁgueda uma festa para toda a família. Houve também um melhor aproveitamento do Largo 1º. de Maio, criando mais espaço nas noites de maiores enchentes e com ecrãs fora do recinto. Outra das grande novidades, foi a tradução de 3 concertos em Língua Gestual Portuguesa, que, juntamente com as condições privilegiadas para as pessoas de mobilidade reduzida, fazem do festival um evento inclusivo e para todos.

Os mais de 60 espetáculos realizados durante o festival, trouxeram perto de 650 artistas à cidade, num total de 150 horas de entretenimento. Calum Scott, Fischer-Z, Calema, American Authors e Vitor Kley foram alguns dos nomes grandes desta edição, que lotaram a tenda do recinto, participada por 36 associações e 10 bares.

No balanço do festival, o Vice-Presidente da Câmara Municipal de Águeda, Edson Santos, referiu terem sido “ultrapassadas todas as expectativas” e que “mais importante do o que orçamento investido, é o retorno que o Agitágueda dá a Águeda e o impacto económico gerado”. Terminou dizendo que “a dinâmica cultural é hoje um critério de eleição, na hora de escolher uma cidade para viver.”

O AgitÁgueda 2020 regressa entre os dias 4 e 26 de julho mas as instalações de arte urbana irão continuar nas ruas da cidade até ao próximo dia 30 de setembro.

Reportar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.