Turismo

As 12 melhores coisas para fazer em Águeda

#11 Museu da Fundação Dionísio Pinheiro e Alice Cardoso Pinheiro

Dionísio Pinheiro e Alice Cardoso Pinheiro eram colecionadores de arte de Águeda que fundaram uma fundação em 1969. A sua função era reter e cuidar do enorme material de arte que o casal havia montado no decorrer das suas vidas.

Em 1985, esta coleção de pintura, escultura, porcelana, prata, joalharia, mobiliário, instrumentos musicais, relógios e marfim foi exposta nas seis salas de exposição deste museu.

A maioria das peças é de 1300 a 1900, mas também há obras da antiguidade, como o magnífico conjunto de vasos da Grécia Antiga.

#12 Igreja da Trofa

Um dos melhores patrimónios do município de Águeda é a Igreja da Trofa, monumento nacional português.

A igreja paroquial da Trofa tem origens medievais, mas foi refeita durante a Renascença nos anos 1500. Inicialmente foi chamada de Igreja de São Salvador da Trofa, entre o século XVI e XVIII.

Nesta igreja está localizado o Panteão dos Lemos, um notável conjunto escultórico renascentista datado do século XVI e atribuído a João de Ruão. A Igreja da Trofa, compreendendo os túmulos dos Lemos, encontra-se classificada como Monumento Nacional.

Em cada um dos lados abrem-se dois arcos que abrigam arcas tumulares. Do lado da Epístola situa-se um belo conjunto de sepulturas, nomeadamente a do cavaleiro Diogo de Lemos, fundador do panteão, cuja estátua jacente, da autoria de mestre Hodart, e, pela sua pujança e rigor de linhas, uma das obras-primas da escultura renascentista portuguesa.

Um comentário

Deixa um comentário

Responder a David Figueiredo Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.