Turismo

As 12 melhores coisas para fazer em Águeda

#6 Museu da Fundação Dionísio Pinheiro e Alice Cardoso Pinheiro

Dionísio Pinheiro e Alice Cardoso Pinheiro eram colecionadores de arte de Águeda que fundaram uma fundação em 1969. A sua função era reter e cuidar do enorme material de arte que o casal havia montado no decorrer das suas vidas.

Em 1985, esta coleção de pintura, escultura, porcelana, prata, joalharia, mobiliário, instrumentos musicais, relógios e marfim foi exposta nas seis salas de exposição deste museu.

A maioria das peças é de 1300 a 1900, mas também há obras da antiguidade, como o magnífico conjunto de vasos da Grécia Antiga.

#7 Parque Alta Vila

Em meados do século XIX, o Dr. Eduardo Caldeira, o dono da propriedade no topo da cidade, começou a transformar as suas terras num romântico jardim inglês.

Nas décadas seguintes ele plantou árvores exóticas e construiu uma capela, falsas ruínas medievais, pontes sobre um lago em miniatura, caminhos sinuosos, uma estufa, grutas, pavilhão de caça e um casa campestre.

Este parque de três hectares acabou por se tornar propriedade pública no século XX.

#8 Percursos pedestres

Águeda investiu em peso numa pequena rede de trilhas sinalizadas, seis das quais começam bem perto da cidade.

Poderás partir da cidade até à Pateira de Fermentelos, passear pelas margens do rio Águeda, seguir a rota da ferrovia histórica (Linha do Vouga) ou ir para leste, onde as colinas altas são cobertas por um profundo pinhal.

O cenário bucólico do rio Vouga é também um paraíso para andar a cavalo, e os estábulos do Abrigo d’Aventura podem ajudar-te a conhecer o outro lado das aldeias do concelho. Poderás personalizar o teu passeio de cavalo com kits básico ou com longas caminhadas pelo vale arborizado.

#9 Comboio Histórico do Vouga

Deixa tudo para trás e embarca numa viagem rumo ao passado no Comboio Histórico do Vouga, carinhosamente apelidado de Vouguinha. Um regresso ao passado que promete bons momentos e é a sugestão ideal para um programa de férias com amigos ou em família.

Este comboio turístico apenas está disponível durante o verão e dá-te a oportunidade de viajares a única linha estreita em Portugal, além de teres direito a visitar a cidade de Águeda, o Museu Ferroviário de Macinhata do Vouga e teres acesso às tradições ligadas a este comboio no passado.

#10 Igreja da Trofa

Um dos melhores patrimónios do município de Águeda é a Igreja da Trofa, monumento nacional português.

A igreja paroquial da Trofa tem origens medievais, mas foi refeita durante a Renascença nos anos 1500. Inicialmente foi chamada de Igreja de São Salvador da Trofa, entre o século XVI e XVIII.

Nesta igreja está localizado o Panteão dos Lemos, um notável conjunto escultórico renascentista datado do século XVI e atribuído a João de Ruão. A Igreja da Trofa, compreendendo os túmulos dos Lemos, encontra-se classificada como Monumento Nacional.

Em cada um dos lados abrem-se dois arcos que abrigam arcas tumulares. Do lado da Epístola situa-se um belo conjunto de sepulturas, nomeadamente a do cavaleiro Diogo de Lemos, fundador do panteão, cuja estátua jacente, da autoria de mestre Hodart, e, pela sua pujança e rigor de linhas, uma das obras-primas da escultura renascentista portuguesa.

Um comentário

Deixa um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Escrito por Daniel Marques

Fundador do Águeda Live e grande apaixonado por Águeda. Os meios de transporte suaves, a natureza e o turismo são os principais temas das suas conversas.