O Centro de Artes de Águeda é finalista do Prémio Nacional do Imobiliário na categoria Equipamentos Coletivos, uma iniciativa organizada pela Magazine Imobiliário que irá distinguir “o Melhor Empreendimento do Ano 2019”.

O Centro de Artes de Águeda foi inagurado em maio de 2017. O projeto da autoria da dupla de arquitetos Bruno André e Francisco Ré implicou um investimento de 4,5 milhões de euros e está equipado com um auditório com cerca de 600 lugares, um espaço para atividades pedagógicas, um café-concerto, uma zona expositiva e uma livraria.

Na corrida a este galardão estão ainda o Centro de Acolhimento Temporário – Polo Cáritas Ponta Delgada (São Miguel, Açores), a Capela de Nossa Senhora de Fátima (Idanha-a-Nova), o Campus de Carcavelos da Nova School of Business & Economics e a Embaixada do Egipto (Lisboa).

Os vencedores dos “óscares” do Imobiliário vão ser conhecidos no dia 4 de Abril no Vila Galé Cascais Hotel.

Deixar uma resposta