O Governo vai em 2019 apresentar os 65 grandes investimentos até 2030 num documento intitulado “Programa Nacional de Investimentos 2030” ao Parlamento e ao crivo técnico, económico e financeiro do novo Conselho Superior de Obras Públicas.

A lista dos investimentos foi avançada pelo Expresso e revela que a Linha do Vouga está nos planos do Governo, pelo menos uma parte da linha.

O investimento recai na linha entre Espinho e Oliveira de Azeméis, onde a população reclama a ligação da linha à Linha do Norte e a sua modernização.

Estão previstos investimentos a arrancar em 2019: um de 3,4 milhões de euros para a automatização de 20 passagens de nível no troço de Espinho a Azeméis e de 15 no de Sernada a Aveiro, e outro de 900 mil euros na construção de um parque de material, oficinas e abastecimento em Paços de Brandão, na Feira, para agilização de procedimentos de manutenção no material circulante.

Para 2020 estão depois previstos 12,7 milhões para renovação do troço entre Espinho e Azeméis e, para 2021, mais 7 milhões para intervenção idêntica entre Águeda e Aveiro.

Deixar uma resposta