Após uma operação de fiscalização levada a cabo pela GNR de Águeda, “foram apreendidos vários artigos de vestuário”, revela a GNR numa nova enviada às redações.

“Posteriormente, no âmbito de uma operação de fiscalização rodoviária, foi dada ordem de paragem a uma viatura de transporte de mercadorias que de imediato se colocou em fuga, tendo sido intercetada com o auxílio dos Postos Territoriais de Aveiro e de ílhavo. Após fiscalização à viatura, os militares detetaram várias infrações, entre as quais falta de seguro e de inspeção, bem como diverso material contrafeito”.

Também a GNR de Cacia levou a cabo uma fiscalização no passado dia 24 de julho, acabando por ser identificado um homem pelo mesmo crime de contrafação.

No total das ações, foram apreendidos 58 pares de sapatilhas e 137 t-shirts de diversas marcas, revela o comunicado da GNR.

O objetivo principal destas apreensões é garantir o cumprimento dos Direitos de Autor e Direitos Conexos e da Propriedade Industrial, visando essencialmente o combate à contrafação, ao uso ilegal de marca e a venda de artigos contrafeitos, uma vez que o uso ou o consumo deste tipo de produtos poderão ser perigosos para os consumidores, devido à falta de controlo durante a sua produção e do respeito pelas condições de segurança.

1 comentário

Deixar uma resposta