As obras de recuperação da antiga estação de comboios de Aveiro foram adjudicadas por cerca de 700 mil euros, com um prazo de execução de um ano e três meses, anunciou hoje a Câmara de Aveiro.

A antiga estação de Aveiro foi inaugurada em 10 de abril de 1864, tendo o edifício principal um corpo central de três pisos e dois laterais simétricos, de dois pisos.

Os painéis de azulejo que a decoram, em tons azuis e amarelos, são, na sua maioria, provenientes da antiga fábrica da Fonte Nova, assinados por vários autores, entre os quais Licínio Pinto, e têm por motivos imagens da vida campestre, das antigas muralhas da cidade e de monumentos da região.

A sua reabilitação integra o Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano da Cidade de Aveiro (PEDUCA) e, após as obras, o edifício será destinado a “espaço de receção e informação da Cidade, do Município e da Região, com promoção e venda de produtos identitários (Ovos Moles, Sal e Vinho da Bairrada), em enquadramento museológico e com a criação de salas polivalentes de acolhimento e ações de formação, reuniões ou receções protocolares”, informa a Câmara Municipal de Águeda.

Deixar uma resposta