Segundo a administração do Centro Hospitalar do Baixo Vouga, que incluí o hospital de Aveiro, Águeda e Estarreja, os profissionais que vão reforçar as equipas do centro hospitalar “são selecionados das várias bolsas de recrutamento que existem na instituição e que resultam de concursos já concluídos”.

O reforço dos recursos humanos “permite, no imediato, colmatar os constrangimentos habituais no período de férias e ainda o impacto da passagem, a 01 de julho, de alguns profissionais para 35 horas de trabalho semanais”, segundo uma nota enviada às redações.

“Até ao dia 15 de setembro, altura em que será mais evidente o impacto da redução horária, o conselho de administração do Centro Hospitalar do Baixo Vouga fará uma reavaliação da situação”, refere o texto.

Deixar uma resposta