Açude insuflável do rio Águeda foi vandalizado

O açude insuflável que permite manter o espelho de água no Rio Águeda foi vandalizado. Segundo fotografias partilhadas pelo Presidente da Câmara, Jorge Almeida, terá sido utilizado um machado para perfurar o açude.

A construção do açude por Gil Nadais em 2010, teve como principal objectivo criar um espelho de água no rio que atravessa a cidade. Com este espelho de água a cidade recuperou o rio que estava um pouco esquecido. A localização da estrutura está nas proximidades do edifício da antiga Junta Nacional do Vinho, em Paredes.

O açude é uma manga de borracha espessa e cablada internamente que cheia de ar fica ancorada ao fundo do rio através de uma base em betão. A pressão de manga de ar é controlável de acordo com as condições do rio.

De acordo com uma nota publicada na rede social Facebook pelo Presidente do município de Águeda, o prórpio já terá apresentado queixa crime e, suspeita-se “que terão sido escutadas há alguns dias, conversas de gente que se dizia disposta a fazer este trabalho”, conta Jorge Almeida pedindo mais informações a quem tiver para ajudar.

Sondagem

Qual o melhor dia do AgitÁgueda?

A carregar ... A carregar ...
Log in or Register to save this content for later.

Deixar uma resposta