Centro de Artes teve 42 mil visitantes no primeiro ano
Notícias

Centro de Artes teve 42 mil visitantes no primeiro ano

“Tivemos mais de 42 mil participações nas atividades que dinamizámos, entre exposições, projeto educativo, espetáculos, visitas guiadas e oficinas, o que representa bem a dinâmica que tivemos”, disse a vereadora da Cultura de Águeda, Elsa Corga, à agência Lusa.

A vereadora considera que a dinâmica cultural do município justifica o investimento feito no Centro de Artes, validado pela elevada participação do público, no seu primeiro ano.

É o corolário de um ano com um balanço “muito positivo”, segundo a responsável municipal da cultura.

Elsa Corga conclui que a forma como decorreu o primeiro ano “veio confirmar que existe público para as iniciativas e que o equipamento era necessário”.

Por outro lado, salienta, Águeda é um município onde existe um número significativo de pessoas com formação artística, seja musical, seja noutras áreas, que se integram em coletividades ou se dedicam profissionalmente à cultura.

Para celebrar o seu primeiro ano de existência, o Centro de Artes de Águeda apresentará três espetáculos: hoje a amanhã estará em cena “O Deus da Carnificina”, de Yasmina Reza, com Diogo Infante, Jorge Mourato, Patrícia Tavares e Rita Salema. No sábado, haverá ópera com “Madame Butterfly” de Puccini, e no domingo será apresentada “A Bela e o Monstro, numa encenação de Paulo Sousa Costa e João Didelet.

Log in or Register to save this content for later.

Deixar uma resposta