Poluição com partículas minúsculas

Aveiro entre as cidades mais poluídas do país

Em causa está a poluição com partículas minúsculas que entram nos pulmões e no sistema cardiovascular

Quinze locais em Portugal ultrapassam o nível máximo de partículas finas inaláveis (PM2,5), que a Organização Mundial de Saúde determina não dever ser superior a 10 microgramas por metro cúbico de ar, mostram os dados mais recentes do organismo, revelado esta terça-feira.

Os 15 locais mais poluídos do país (microgramas/m3 de ar):

  • Estarreja – 15
  • Almada – 14
  • Cascais -14
  • Lisboa -13
  • Portimão – 13
  • Albufeira – 12
  • Buraca – 12
  • Faro – 12
  • Algueirão-Mem Martins – 12
  • Ílhavo -12
  • Marateca – 12
  • Aveiro – 11
  • Chamusca – 11
  • Setúbal – 11
  • Vila do Conde – 11

Águeda e a poluição

O município de Águeda tem assumido nos últimos 12 anos uma ativa atuação nesta matéria, com a implementação de medidas com vista à redução das emissões de CO2, a promoção de energias renováveis, gestão da mobilidade sustentável, gestão eficiente da frota municipal, estrita colaboração com o setor empresarial, gestão florestal, entre outras medidas.

 

A qualidade do ar é condicionada por diversos fatores, quer climáticos, quer orográficos associados à emissão de substâncias poluentes das unidades industriais do Concelho, tráfego rodoviário, este último, apontado como o principal responsável pela poluição atmosférica a nível regional, sendo que alguns estudos são unânimes em considerar que a região apresenta níveis de qualidade do ar bastante aceitáveis, não apresentando a mesma no concelho de Águeda sinais de degradação visíveis e suscetíveis de afetar a saúde pública.

Deixar uma resposta