Águeda pede 2,6 milhões de euros para reduzir cheias
Notícias

Águeda pede 2,6 milhões de euros para reduzir cheias

No último inverno, Águeda voltou a ser notícia por ter registado as maiores cheias dos últimos tempos na baixa da cidade. Na altura, o presidente da Câmara Municipal afirmava que “o problema das cheias em Águeda dificilmente será resolvido”.

Região de Águeda
Região de Águeda

Águeda, juntamente com outros municípios, pediu 2,6 milhões de euros do dinheiro do Portugal 2020 para reduzir o risco de cheias.

O ministério do Ambiente divulgou esta sexta-feira terem sido apresentados 11 candidaturas no valor total de 46,3 milhões de euros para reduzir o risco de cheias. No total, foram candidatados projetos de 7 municípios.

Coimbra (19 milhões de euros), Loures (10,7 milhões de euros), Esposende (5 milhões de euros), Setúbal (3,7 milhões de euros), Águeda (2,6 milhões de euros), Lousã (129 mil euros) e Vila Nova de Gaia (550 mil euros).

Segundo o ministério do Ambiente, as candidaturas deverão ser aprovadas num prazo de dois meses, permitindo o início imediato das obras, dizendo ainda, por comunicado, que estes projetos apresentados são de municípios onde as cheias são recorrentes.

Log in or Register to save this content for later.
Tags : aguedacheias