Pesquisa por artigos, fotos ou vídeos

Presidente da CP: Região de Aveiro é “um exemplo para o País”

pub

Manuel Queiró, presidente da CP, considerou a região “um exemplo para o País” no que respeita às preocupações com a mobilidade. A CP e a Transdev assinaram um protocolo com a CIRA em que passam a dar informações sobre a mobilidade na região de Aveiro.

cp

A Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA) celebrou hoje protocolos com a CP e a Transdev para a partilha de informação com o seu “Observatório da Mobilidade”.

O documento foi assinado por Ribau Esteves, pela CIRA, Manuel Queiró, pela CP, e Ricardo Afonso, pela Transdev, e visa dotar o “Observatório” da CIRA de informação dinâmica sobre o movimento de passageiros na região daqueles dois operadores, para apoiar as decisões, no âmbito do Plano Intermunicipal de Mobilidade e Transportes da Região de Aveiro (PIMTRA).

A CIRA é, até agora, a única comunidade intermunicipal do país a ter um plano de mobilidade aprovado e prepara-se para assumir competências como autoridade regional de transportes, conforme salientou Ribau Esteves.

O presidente da CIRA destacou a “aposta política dos 11 municípios” que a constituem na gestão integrada de transportes e mobilidade, para a qual “é necessária a escala intermunicipal”, o que justificou a elaboração do PIMTRA.

Quanto à partilha de informação, o presidente da CP reconheceu a importância do transporte ferroviário como “origem e destino na geração de fluxos”, desde que salvaguardada alguma informação comercial.

Ricardo Afonso, da Transdev, afirmou que o grupo, “como operador de referência está disponível para colaborar e poderá aportar mais do que números” à base de dados em construção, embora existam algumas dificuldades técnicas, mesmo na partilha interna de informação.

Durante a “Conferência da Mobilidade da Região de Aveiro”, em que foram assinados os protocolos com a CP e a Transdev, foram apresentados os primeiros resultados do “Observatório”, criado na sequência do Plano Intermunicipal, como repositório de informação que se pretende atualizada.

Organizado em 13 áreas temáticas, como o transporte individual, o estacionamento, o tráfego de mercadorias e logística ou o transporte escolar, que abrangem cerca de uma centena de indicadores, o “Observatório” pretende ser uma plataforma colaborativa entre os municípios e as entidades parceiras que fornecem e usam informação na sua tomada de decisões.

Durante a conferência foram ainda assinados protocolos de colaboração da CIRA com a Universidade de Aveiro, Abimota e Federação Portuguesa de Ciclismo e feita uma exposição sobre os problemas e desafios do”Plano de Mobilidade para o Polo Universitário”.

publicidade

Agência Lusa

Comentários