Pesquisa por artigos, fotos ou vídeos

Águeda quer ser bom exemplo no Orçamento Participativo

pub

O município de Águeda é finalista da edição deste ano do Prémio Boas Práticas Participativas.

agueda

Um iniciativa da Rede de Autarquias Participativas (RAP), criada no âmbito do Projeto Portugal Participa, que é financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian enquanto entidade gestora do Programa Cidadania Ativa envolvendo vários países.

“Depois de um percurso de 12 anos de modernização administrativa, o orçamento participativo (OP) é mais um passo na proximidade do cidadão, envolvendo-o na identificação e tomada de decisão dos investimentos prioritários para o concelho”, refere o edil aguedense Gil Nadais numa mensagem a pedir o apoio para a votação das propostas locais que decorre até 18 de março.

A primeira edição do OP, em 2015, com uma dotação de meio milhão de euros, recebeu 297 propostas e mais de três mil votos expressos.

“Estes resultados foram alcançados por uma equipa de voluntários da autarquia, que aceitaram o desafio de dinamizar o projeto”, sublinha o líder da Câmara que coloca como objetivo dotar Águeda da “melhor prática participativa de Portugal”.

Os votos dos cidadãos no OP contam 50% para a classificação final.

publicidade

Notícias de Aveiro

Comentários