Pesquisa por artigos, fotos ou vídeos

Cheias de regresso a Águeda

pub

O Rio Águeda galgou mais uma vez as margens da cidade, como previa a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) na sua previsão de ontem. A chuva persistiu e em poucas horas a baixa da cidade ficou com transito cortado.

mau tempo

Algumas zonas históricas ficaram inundadas. Prevê-se que a subida do nível do caudal do Rio Águeda ultrapasse os valores das cheias verificadas desde a de janeiro de 2001, refer o jornal jornal Região de Águeda.

O trânsito na cidade de Águeda processa-se com muita dificuldade, porém, os serviços de proteção civil de Águeda preveem que o caudal do Rio Águeda comece a descer junto à cidade pouco depois das 18 horas.

O vice-presidente da Câmara Municipal de Águeda, Jorge Almeida, disse ao Região de Águeda que a medição do nível de quota registada no Alfusqueiro, rio que desagua do Águeda, atingiu “recorde de medição”.

“De manhã registava 6 metros e 21 centímetros quando a máxima era de 6,33 mas, neste momento, ultrapassou largamente esse valor”, referiu Jorge Almeida.

publicidade

Comentários