Pesquisa por artigos, fotos ou vídeos

Ovar constrói ‘tapetes’ de azulejo antiderrapante para atrair ao centro mais público

pub

Autarquia quer revitalizar o centro da cidade. Na Praça da República já está concluída uma passadeira, numa faixa que ronda os 60 metros de comprimento por 2,4 de largura.

A Câmara de Ovar quer revitalizar o centro da cidade e para isso está a construir em três praças vários “tapetes” de azulejo com características antiderrapantes e que em Setembro serão complementados com esplanadas.

Na Praça da República já está concluída uma dessas passadeiras, numa faixa que ronda os 60 metros de comprimento por 2,4 de largura, mas a pretensão da autarquia é que os novos tapetes decorem também o piso do Largo Mouzinho de Albuquerque – conhecido como Praça das Galinhas – e o do Largo Família Soares Pinto, onde se encontra o chafariz do Neptuno.

“A ideia é sobretudo a da dinamização do casco velho de Ovar, para tentar promover a sua economia local tirando partido do grande património que é o azulejo”, explicou à Lusa o presidente da autarquia, Salvador Malheiro, realçando que, no país, esta é “a primeira vez” que tal material se aplica no chão.

publicidade

Diário de Aveiro

Comentários